sexta-feira, junho 19, 2009

QUEM TEM MEDO DA REFORMA ÀGRARIA?


O artigo da Jornalista Andréa Crott da Gazeta de Limeira, do dia 30 de Maio, com o titulo “Vala Comum”, reproduz entrevista com um suposto dissidente do MST em nossa cidade. Segundo a matéria contida na coluna Bastidores, tudo o que parte da Mídia, dos Latifundiários, políticos de direita e simpatizantes dizem é verdade. O Movimento dos Sem Terra, fundado em 1986, é resumindo as acusações um Movimento do Crime Organizado.

Interessante esta ladainha, orquestrada e decorada por aqueles que não querem nem Reforma Agrária e muito menos um Desenvolvimento no País com Justiça Social. A questão Agrária e fundiária, remonta suas origens as famosas Capitanias Hereditárias, que foi o jeito institucional, que a Coroa Portuguesa encontrou para legitimar, a primeira grilagem de Terras por aqui, contemplando aliados do El Rei, entre eles, assassinos, ladrões, políticos corruptos que aqui vinham “cumprir”, suas penas criminais.

A desigualdade no campo, envergonha qualquer Cristão, Mulçumano, Judeu e outras Fé. Menos de 10% dos Fazendeiros, detem quase 50% das terras neste País. Os centenas de assassinatos, de pequenos agricultores, posseiros, lideranças sindicais e populares, é um outro sintoma grave e preocupante do conflito agrário. O desemprego, a fome e a miséria nos centros urbanos, aumentam este cenário de preocupações com a ausência de Reforma Agrária.

O MST, é a segunda experiência concreta de movimento de luta e organização pela terra. A primeira foram as ligas camponesas dos anos 50 e 60. Porem é o Movimento Sem Terra, o único a mobilizar a sociedade Brasileira para a necessidade de se fazer Reforma Agrária. O Brasil é o único na América do Sul, que ainda não fez a sua. Só para ficar no exemplo de nosso Continente. A Agricultura familiar e de subsistência já provou ser o caminho para a geração de emprego e renda, alternativa ao latifúndio, a monocultura e o agro negócio.

Criminalizar movimentos de massa, não é novidade neste País. Isto ocorreu nas duas ditaduras, e em momentos de crises institucionais. È o caminho mais fácil para tentar combater ideologicamente, um movimento que Revoluciona com seus atos a democracia Brasileira. O MST não vai fazer o Socialismo, apenas quer uma medida perfeitamente aplicada no Capitalismo, aja vista Paises do G8, que a séculos fizeram sua Reforma Agrária.

Por isto, pergunto Quem Tem Medo da Reforma Agrária?

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home